sábado, 1 de janeiro de 2011

Quarto adaptado???


No intuito de passarmos dias com conforto à beira da piscina, ficamos em um hotel de renome e tradicional na minha cidade - Campo Grande/MS e solicitamos um quarto adaptado. Como o colega Frederico do blog Acessibilidade na Prática falou: "- É incoerente as pessoas "tentarem" construir locais acessíveis sem um acompanhamento técnico especializado pois a legislação não existe para punir e sim para facilitar o entendimento e a aplicação de cada regulamento." Vimos bem o que é o "tentar". Um quarto adaptado com acessibilidade não pode ter portas estreitas, cabideiro altíssimo, controle de TV com problemas e , pasmem!!!, uma ducha para o hóspede tomar banho em pé. 

Foto do boxe do quarto adaptado.
A ignorância à respeito das leis é clara. E quem perde somos nós. Fica meu protesto na esperança de os grupos de apoio à acessibilidade que se formam em minha cidade tenham sucesso.

Um comentário:

  1. Olá Adriana! Primeiramente, obrigado por visitar nosso blog e divulgá-lo no seu.

    Eu já passei por várias situações parecidas em hotéis. É tanta dificuldade que eu até desanimo em viajar. Para um cadeirante, já é horrível depender das pessoas, e o constrangimento é muito maior quando essas pessoas têm de fazer um esforço enorme para nos ajudar.

    Estamos juntos nessa!!!

    Abraços...

    ResponderExcluir